Stitcher for Podcasts

Get the App Open App
Bummer! You're not a
Stitcher Premium subscriber yet.
Learn More
Start Free Trial
$4.99/Month after free trial
HELP

Show Info

Episode Info

Episode Info:

O Folha Seca começa o ano de 2016 destacando o futebol internacional. No caso, um personagem histórico do esporte, cujo trabalho repercutiu na Europa e na América. Estamos falando do jogador e técnico Béla Guttmann (1899-1981).

No programa, Paulo Junior bateu um papo com Daniel Martineschen e Alexandre Fernandez Vaz, os tradutores responsáveis pela publicação de Béla Guttmann – Uma Lenda do Futebol do Século XX pela editora Estação Liberdade, no Brasil. Ambos conheceram o autor da obra, o professor Detlev Claussen, na Alemanha, e contaram na entrevista os detalhes desta produção e a forma com que o texto é construído – diferente de biografias tradicionais, é um livro que reflete sobre todo o futebol e a modernidade, algo, segundo Daniel, entre Futebol ao Sol e a Sombra, de Eduardo Galeano, e Veneno Remédio, de José Miguel Wisnik.

Nascido na Hungria, Guttmann jogou a Olimpíada de 1924 pela seleção de seu país antes de se aventurar no futebol dos Estados Unidos. Depois, como técnico, comandou, entre outros, o Honved de Puskas, o São Paulo de Zizinho e o Benfica bicampeão mundial – no clube português, inclusive, ficou famoso por lançar uma maldição, a de que o clube não seria novamente campeão europeu “nem nos próximos 100 anos”.

O segundo bloco, na companhia de Leandro Iamin, tratou de lançamentos – o filme de Ivair, o Príncipe; a biografia de Fábio Koff, o livro dos artilheiros, um novo lançamento do Corinthians – e fez uma homenagem a Djavan, o músico e quase jogador aniversariante do dia.

 

 

Read more »

Discover more stories like this.

Like Stitcher On Facebook

EMBED

Episode Options

Listen Whenever

Similar Episodes

Related Episodes